5 de abril de 2011

Saudade

Ando um pouco ocupada a pintar ovos e coelhos no pouco tempo livre que tenho. Enquanto não os acabo, deixo-vos este pensamento que adoro.

Saudade não tem forma nem cor;
não tem cheiro nem sabor.
Fala-se nela, mas não se vê;
só pensa nela quem acredita.
Ela é parte da ausência;
ela é parte do amor;
ela tem realidade,
mas quem a tem sente dor...
uma dor miudinha
que cresce no coração
e nunca vem sózinha...
Acompanha a solidão;
quem a sente nunca esquece, nem nunca esquecerá,
O sentimento que não adormece,
por alguém que não está...

1 comentário:

Isabel Silva disse...

Olá querida afilhada.
Gosto muito de poesia, e esta está muito bonita.
Sem dúvida a saudade é um belo tema para fazer poesia, para quem sabe, o que não é o meu caso.
beijos
ISA